27.06.12

Bem-vindo de volta, Pelezinho

 

  • Personagem inspirado no jogador de futebol será relançado neste ano
  • Histórias serão reeditadas em três publicações, uma delas só com tiras
  • Acordo entre Mauricio de Sousa e Pelé foi divulgado nesta quarta-feira

 

Capa da revista Pelezinho editada pela Abril

 

A assessoria de imprensa de Mauricio de Sousa procurou manter o mistério sobre a coletiva de imprensa com o autor e Pelé, realizada nesta terça-feira em São Paulo.

Mas o tema estava subentendido no próprio convite, enviado por e-mail aos jornalistas.

Um encontro entre o criador da Turma da Mônica e o ex-jogador só poderia sinalizar para algo sobre Pelezinho, que foi publicado entre o fim da década de 1970 e o início da de 80.

Dito e feito. A volta do personagem inspirado em Edson Arantes do Nascimento irá ocorrer em agosto, na Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

                                                           ***

Segundo a assessoria de imprensa de Mauricio de Sousa, as histórias do personagem serão reeditadas em três publicações, com periodicidades diferentes.

"As Tiras Clássicas de Pelezinho" fará o que o título da obra nome sugere, relançar as tiras de jornal. Serão 360 piadas a cada volume, que terá 128 páginas.

"As Melhores Aventuras de Pelezinho" foi pensada para ter 68 páginas e ser bimestral. "Pelezinho Coleção Histórica" sairá a cada quatro meses e terá mais páginas, 160.

A diferença entre as duas revistas é que a coleção histórica irá retomar as histórias em ordem cronológica, na sequência em que saíram pela primeira vez no país.

                                                             ***

A revista "Pelezinho" estreou em agosto de 1977 e foi publicada pela editora Abril até maio de 1982. Somou 58 números. As histórias enfocavam o protagonista e seus amigos.

Mauricio de Sousa ensaiava um retorno do personagem há mais de dois anos.

Em entrevista ao blog em fevereiro de 2010, o desenhista e empresário disse que pretendia retomar a série, nas bancas, por ocasião da Copa do Mundo da África do Sul.

Meses depois, soube-se que o acordo com Pelé não foi adiante. Mas volta agora, de olho em outro Mundial, o de 2014, que será sediado aqui no Brasil.

Categoria: NOTÍCIA

Escrito por PAULO RAMOS às 19h40
[comente] [ link ]

25.06.12

Convite

 

Convite de lançamento para Revolução do Gibi em Belo Horizonte. Dia 20.06, às 19h

 

Além dos dados acima, há duas outras informações rápidas sobre o lançamento em BH.

A primeira é que o livro será vendido com desconto, a R$ 40.

Vai haver também alguns exemplares de Faces do Humor, também mais baratos, a R$ 35.

(Quem quiser levar os dois, sairá por R$ 70).

A segunda informação é que não vai haver máquinas de débito. Leve dinheiro trocado, ok?

Categoria: NOTÍCIA

Escrito por PAULO RAMOS às 18h29
[comente] [ link ]

21.06.12

Esta semana marca virada dos quadrinhos nacionais

 

  • Semana soma quatro lançamentos de autores brasileiros, três deles via ProAC
  • Número contrasta com os 5 primeiros meses do ano, dominados por obras de fora
  • Tendência é de retomada do ritmo de trabalhos nacionais neste próximo semestre

 

Fade Out - Suicídio sem Dor. Crédito: imagem cedida pelos autores

 

Um dos editores de quadrinhos explicou certa vez o papel dos lançamentos estrangeiros num catálogo que se propõe a ter também produções feitas por autores brasileiros.

Enquanto não ficam prontas as obras nacionais, em princípio mais demoradas de finalizar, mescla-se o cardápio editorial com as de fora, mais rápidas de serem trabalhadas.

Se a máxima for posta à risca, os projetos nacionais demoraram mais do que o previsto neste 2012. Até a semana passada, o domínio foram de álbuns de outros países.

E eles continuarão vindo nos próximos meses. Mas há uma novidade no ar. Esta semana marca a virada nos lançamentos nacionais que, enfim, começam a dar as caras neste ano.

                                                           ***

A precisão da informação pede que se registre que houve álbuns brasileiros lançados meses atrás. 

Três deles: "Adormecida: Cem Anos para Sempre", um trabalho antigo de Paula Mastroberti (8Inverso), o erótico "Juliet Circus", de Victor Diógenes (Conrad), a reedição de "Avenida Paulista" (Quadrinhos na Cia.), de Luiz Gê.

Mas nada comparado à enxurrada estrangeira vista até a semana passada, todos de destaque: "O Eternauta" (Martins), "Wilson" (Quadrinhos na Cia.), "Dora" (Zarabatana) ...

... "Incal Integral" (Devir), "Fracasso de Público - Adeus" (Gal), "O Gosto do Cloro" (Barba Negra), "Fierro Brasil 2" (Zarabatana), "O Paraíso de Zahra" (Barba Negra) ...

 

... "A Trilogia Nikopol" (Nemo), "Moebius - O Homem é Bom?" (nesta semana sai outro álbum do autor francês, "Garagem Hermética", ambos pela Nemo) ...

... sem falar nos mangás ("Dragon Ball", One Piece" e "Cavaleiros do Zodíaco" voltaram a ser pulicados, os dois primeiros pela Panini, o último pela JBC) ...

... e nas coletâneas norte-americanas ("Os Mortos-Vivos", pela HQM, "Ex Machina", "Fábulas", "Y - O Último Homem" e "100 Balas", todos pela Panini). E olha que há mais.

Como se vê, não é pouca coisa, que acabou por sombrear os poucos lançamentos nacionais. Mas, como dito anteriormente, esta semana começa a reequilibrar a balança.

                                                            ***

Dos quatro trabalhos nacionais novos que começam a ser vendidos nesta semana, três deles são frutos do ProAC (Programa de Ação Cultural).

O edital paulista tem selecionado anualmente dez projetos de álbuns e paga R$ 25 mil aos autores para viabilizar a obra. Oficinas e doação de 200 exemplares são a contraparte.

"Acordes", de Rogério Vilela, e "Jambocks Parte 2 - Defendendo o Canal do Panamá", de Celso Menezes e Felipe Massafera  (R$ 29,50 e R$ 31,50 respectivamente, pela Devir).

Os dois projetos pertencem a edições anteriores do ProAC e não haviam sido finalizados. Pelo edital, deveriam ser publicados em oito meses, com chance de prorrogação.

                                                             ***

"Fade Out - Suicído sem Dor" é o primeiro trabalho do último edital a ser lançado (Via Lettera, R$ 19,90). É de Beto Skubs (texto), Rafael de Latorre (arte) e Marcelo Maiolo (cor).

A história inicia com o protagonista, Kurt, minutos antes de sua morte. O restante da obra mostra as reviravoltas narrativas que levaram a que ele chegasse àquela situação.

Os autores fazem uma sessão de autógrafos da obra nesta sexta-feira, dia 21, em São Paulo (às 20h, na Quanta Academia de Artes, na rua Dr. José de Queirós Aranha, 246).

Um dia depois, também na capital paulista, no sábado, às 16h, Rafael Campos Rocha lança "Deus, Essa Gostosa" (na Livraria da Vila, na unidade da rua Fradique Coutinho, 915).

                                                             ***

Provocadora, a obra representa Deus como uma mulher negra, que adora os prazeres do mundo. A protagonista, para se ter uma ideia, é dona de uma sex shop.

Segundo o autor, não se trata de uma coletânea, mas de uma "saga que pretendo desenvolver em três livros, se vocês comprarem esse e deixarem meu editor muito feliz".

O editor em questão é André Conti, que cuida da Quadrinhos na Cia. O próximo trabalho da editora, anunciado para este mês, é "Diomedes", reedição da mais importante história em quadrinhos de Lourenço Mutarelli, a "trilogia de quatro partes" de "O Dobro de Cinco".

Nas próximas semanas, a editora põe à venda uma coletânea de Rê Bordosa, de Angeli. E, no semestre que vem, um álbum inédito de Gustavo Duarte, entre outros projetos nacionais.

                                                            ***

Gustavo Duarte será destaque com outro trabalho também. Ele será um dos autores de uma série de quatro álbuns com personagens de Mauricio de Sousa.

Danilo Beyruth, Shiko e os irmãos Vitor e Lu Caffagi também integram o projeto. Se não houver nenhuma mudança de rumo, os primeiros volumes chegam no próximo semestre.

Um semestre que reserva ainda muitos outros trabalhos. Do que se sabe, há pelo menos nove projetos do ProAC passado.

Uma adaptaçõ de "Dom Casmurro", pela Devir, e "Sabor Brasilis", pela Zarabatana, são dois deles, já com editora certa.  Além dos de outras edições do edital, em atraso.

                                                           ***

A Barba Negra programa três álbuns, resultados de concurso de seleção de roteiros, realizado no ano passado. Adão Iturrusgarai terá uma coletânea de tiras pela Zarabatana.

Antes disso, já nesta virada de semestre, Arnaldo Branco lança antologia de cartuns seus, "O Mau Humor", pela editora Flaneur.

E já circulam informações de que estão prontos os álbuns "O Inimaginável", de Vitor Batista, de Fortaleza, e uma adaptação de "Ensaio do Vazio", de Carlos Henrique Schroeder.

O trabalho irá contar com desenhos de cinco quadrinistas: os argentinos Berliac e Manuel Depetris e os brasileiros Pedro Franz, Diego Gerlach e Leya Mira Brander.

                                                           ***

Nas adaptações, febre nos últimos anos com olhos nas listas governamentais, já há sinais de fumaça de "O Quinze", de Shiko, e "O Ateneu", de Marcello Quintanilha.

E virão outras. Como virão também mais álbuns estrangeiros, alguns bem relevantes, como "Crônicas de Jerusalém", de Guy Delisle, pela Zarabatana.

Mas os trabalhos de fora irão ladear a lista de lançamentos com os nacionais, que, enfim, começam a sair dos escritórios das editoras e das pranchetas dos autores.

Sem falar dos independentes, que hibernam até os próximos encontros de quadrinhos - Gibicon, em Curitiba, e Rio Comicon, no Rio. Como se vê, a virada nacional começou.

Categoria: NOTÍCIA

Escrito por PAULO RAMOS às 19h24
[comente] [ link ]

18.06.12

E o Troféu HQMix vai para...

 

 

  • Gustavo Duarte, Mauricio de Sousa e David Mazzucchelli são os destaques
  • Autores foram premiados com três troféus cada um, em diferentes categorias
  • Vencedores foram divulgados na tarde desta segunda; entrega será dia 30, em SP

 

 

Troféu HQMix deste ano, com imagem do personagem Sacarrolha

 

O desenhista Gustavo Duarte, o criador da Turma da Mônica e empresário Mauricio de Sousa e o estadunidense David Mazzuchelli foram os destaques do Troféu HQMix.

Cada um deles conquistou em três categorias da premiação deste ano, a principal na área de quadrinhos no país. Os nomes foram divulgados na tarde desta segunda-feira.

Duarte foi escolhido o melhor caricaturista. A revista "Birds", escrita e desenhada por ele, venceu como publicação de aventura/terror/ficção e publicação independente de autor.

"MSP - Novos 50", da Mauricio de Sousa Produções e publicado pela Panini, ganhou como publicação mix e projeto editorial. E "Turma da Mônica Jovem", como infanto-juvenil.

                                                           ***

"Asterios Polyp" repetiu o histórico de premiações que obteve nos Estados Unidos há dois anos. A obra do Quadrinhos na Cia. foi eleita a melhor edição especial estrangeira.

David Mazzucchelli  acumulou também os prêmios de melhor desenhista e roteirista estrangeiro. Nas demais categorias, houve autores que somaram dois prêmios cada um.

André Diniz venceu como melhor roteirista nacional e seu álbum, o biográfico "Morro da Favela", como edição especial nacional.

Lelis, autor de "Saino a Percurá", ganhou como melhor desenhista nacional. Outra obra sua, "Clara dos Anjos", feita em parceria com Wander Antunes, foi a melhor adaptação.

                                                           ***

A sétima edição do Festival Internacional de Quadrinhos, realizado ano passado em Belo Horizonte (MG), foi escolhido o melhor evento de 2011.

E uma de suas mostras, "Criando Quadrinhos", de Ivan Costa, foi lembrada como melhor exposição.

Mauro dos Prazeres, sócio fundador da editora Devir, falecido no começo do ano, e o álbum independente "Achados e Perdidos" receberão homenagens especiais.

Cada um dos premiados receberá um troféu com o molde do personagem Sacarrolha (imagem acima). Veja a seguir a lista completa dos premiados do Troféu HQMix deste ano:

                                                            ***

Adaptação para os Quadrinhos
Clara dos Anjos - Wander Antunes e Marcelo Lelis

Caricaturista
Gustavo Duarte

Cartunista
Dalcio Machado

Chargista
Angeli

Desenhista Estrangeiro
David Mazzucchelli

Desenhista Nacional
Marcelo Lelis

Destaque Internacional
Fábio Moon e Gabriel Bá

Destaque Latino-americano
Fierro (Argentina)

Edição Especial Estrangeira
Asterios Polyp - David Mazzucchelli

Edição Especial Nacional
Morro da Favela - André Diniz

Editora do Ano
Leya/Barba Negra

Evento
7º FIQ (Festival Internacional de Quadrinhos)

Exposição
Criando Quadrinhos - Ivan Costa

Grande Contribuição
FanZines nas Zonas de Sampa

Grande Mestre
Marcatti

Homenagem Especial
Mauro dos Prazeres (sócio-fundador da editor Devir, morto neste ano)

Homenagem Especial
Achados e Perdidos - Eduardo Damasceno, Luís Felipe Garrocho e Bruno "Ito"

Livro Teórico
Ângelo Agostini - Gilberto Maringoni

Mídia sobre Quadrinhos
Mundo dos Super-Heróis

Novo Talento - Desenhista
Magno Costa e Marcelo Costa

Novo Talento - Roteirista
Vitor Cafaggi

Produção para Outras Linguagens
Angeli 24 Horas - Beth Formaggi

Projeto Editorial
MSP Novos 50 - Mauricio de Sousa

Publicação de Aventura/Terror/Ficção
Birds - Gustavo Duarte

Publicação de Clássico
Arzach - Moebius

Publicação de Humor Gráfico
Uma Patada com Carinho - Chiquinha

Publicação de Tira
Macanudo - Liniers

Publicação Erótica
Black Kiss - Howard Chaykin

Publicação Independente de Autor
Birds - Gustavo Duarte

Publicação Independente de Grupo
Café Espacial

Publicação Independente Edição Única
O Louco, a Caixa e o Homem - Daniel Esteves e Will

Publicação Infantojuvenil
Turma da Mônica Jovem - Mauricio de Sousa

Publicação Mix
MSP Novos 50 - - Mauricio de Sousa

Roteirista Estrangeiro
David Mazzucchelli

Roteirista Nacional
André Diniz

Salão e Festival
3º Festival Internacional de Humor do Rio de Janeiro

Tira Nacional
Manual do Minotauro - Laerte

Web Quadrinhos
Terapia - Mario Cau, Marina Kurcis e Rob Gordon

Web Tiras
Um Sábado Qualquer - Carlos Ruas

                                                           ***

Os vencedores foram divulgados no blog do troféu. A página informa que falta definir ainda três categorias: o melhor doutorado, mestrado e trabalho de conclusão de curso de 2011.

A eleição dos premiados foi feita por autores e profissionais da área, previamente cadastrados pela organização do HQMix. A votação foi feita eletronicamente.

Os nomes foram selecionados por um grupo de jornalistas especializados e, posteriormente, submetidos a apreciação do público no blog da premiação.

A lista final foi resultado desse processo. A cerimônia de entrega está marcada para o próximo dia 30, às 17h, no Sesc Pompeia, em São Paulo. A entrada é franca.

Categoria: NOTÍCIA

Escrito por PAULO RAMOS às 15h14
[comente] [ link ]

[ ver mensagens anteriores ]