Vertigo chega ao fim

 

  • Revista "Vertigo" será cancelada no número 51, programado para este mês
  • Informação foi confirmada no editorial da edição 50, recém-lançada
  • Editora Panini ainda não se pronunciou sobre o fim da publicação mensal

 

 

A expectativa é que o número 51 da revista "Vertigo" trouxesse apenas o desfecho da série "Escalpo", uma das principais do título mensal. Mas trará também o fim da publicação.

A informação foi confirmada no editorial do número 50, recém-lançado em lojas especializadas em quadrinhos e que deve chegar esta semana às bancas.

Os motivos do cancelamento da revista, no entanto, não foram revelados. A editora Panini, responsável pela obra, também não emitiu ainda nenhum informe oficial a respeito.

O que há de concreto é que a última edição trará uma história de "Hellblazer" e irá concluir "Escalpo", que conta a história de um agente infiltrado numa reserva indígena dos EUA.

                                                           ***

O editorial informa que os trabalhos da Vertigo serão publicados por meio de encadernados, algo que vem ocorrendo desde que a Panini assumiu os direitos desses títulos.

Vertigo é o nome dado à linha adulta de quadrinhos da editora norte-americana DC Comics, a mesma de Super-Homem, Batman e Mulher-Maravilha.

No ano passado, a empresa migrou alguns personagens da Vertigo, como Hellblazer, para o mesmo universo dos demais super-heróis da casa.

Hellblazer, por exemplo, ganhou uma publicação solo aqui no Brasil, "Constantine", nome do personagem que dá título à série. O número de estreia foi lançado no fim de fevereiro.

                                                           ***

Houve mais de uma tentativa no Brasil de lançar uma revista que agregasse vários trabalhos adultos da DC Comics. A da Panini foi a mais bem-sucedida.

O primeiro número começou a ser vendido em outubro de 2009, meses depois de a editora multinacional ter adquirido os direitos de publicação da Vertigo no país.

A estratégia da revista, editada por Fabiano Denardin, foi a de mesclar a conhecida "Hellblazer", tão publicada por outras editoras, com diferentes séries novas.

Além de "Escalpo", que encerra no número 51, destacaram-se também as séries "Vikings" e "Vampiro Americano", desenhada pelo brasileiro Rafael Albuquerque.