29.06.08

Quais são os desenhistas que renovam o quadrinho nacional?

 

 

 

 

 

 

 

Auto-retrato do desenhista Rafael Grampá na capa da edição deste domingo da "Revista O Globo" 

 

 

 

 

 

 

A pergunta que intitula esta postagem foi feita na reportagem de capa da "Revista O Globo", publicada na edição deste domingo do jornal carioca.

A matéria, assinada pela jornalista Fátima Sá, parte da premissa de que "uma safra de jovens desenhistas vem renovando as histórias em quadrinhos de norte a sul do país".

A reportagem especial elenca oito autores:

  • Rafael Grampá (autor do álbum inédito "Mesmo Delivery")
  • Rafael Coutinho (filho de Laerte e autor de uma das histórias de "Irmãos Grimm em Quadrinhos", da Desiderata)
  • Gabriel Bá (criador de "10 Pãezinhos")
  • Fabio Moon (criador de "10 Pãezinhos")
  • Shiko (que criou "Blue Note")
  • Jozz (fez o álbum "Circo de Lucca", lançado pela Devir)
  • Fabio Lyra (publica no mês que vem, pela Desiderata, o álbum "Menina Infinito")
  • Gabriel Goes (desenhista da adaptação de "Beijo no Asfalto", de Nelson Rodrigues)

A seleção dos autores foi feita por Telio Navega, editor do blog "Gibizada".

Navega -que também trabalha no jornal- fez a diagramação das sete páginas da reportagem.

                                                             ***

Um detalhe que merece registro é que a matéria é mais um exemplo de que a mídia impressa começa a ver a produção de quadrinhos de um modo diferente, com mais seriedade.

Essa tendência começou a ser percebida com mais nitidez no ano passado.

Muito disso se deve à ida dos quadrinhos às livrarias, espaço que goza de uma autoridade intelectual junto aos chamados "formadores de opinião".

Do rótulo de serem mera leitura de criança e, por esse raciocínio, superficiais, os quadrinhos passam hoje a ser observados pela mídia como um produto ora literário, ora pop.

É essa a visão que os olhos jornalísticos filtram aos leitores.

Trata-se de uma mudança de discurso sobre a área de quadrinhos, que deve ser observada com atenção.

                                                             ***

Este blog abordou essa tendência de mudança de discurso da mídia impressa em agosto do ano passado.

Leia neste link.

                                                             ***

Errata: Telio Navega, autor da lista, me corrige. Ele diz que a seleção é composta de seis desenhistas, e não oito, como escrevo acima.

Gabriel Bá e Fabio Moon não integram a relação. Os dois aparecem no texto da reportagem especial, mas, segundo Telio, apenas como entrevistados.  

Escrito por PAULO RAMOS às 11h54
[comente] [ link ]

28.06.08

Defesa de deputado federal inclui história em quadrinhos

Merece registro esta matéria, noticiada na edição de hoje do "Jornal do Brasil".

O material de defesa do deputado federal Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), entregue ontem ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, inclui uma história em quadrinhos.

O deputado, mais conhecido como o Paulinho da Força Sindical, é um dos personagens.

Segundo reporta o jornal, ele e a esposa, Elza de Fátima Pereira, explicam na história por que foi criada a ONG Meu Guri. A ONG é presidida por Elza.

"Elza e Paulinho perceberam que para muitas crianças e adolescentes o mundo estava sem cor e sem referências. Eles precisavam ajudar a mudar essa situação", diz um trecho da história em quadrinhos, de acordo com o JB.

                                                            ***

Paulo Pereira da Silva é acusado de falta de decoro parlamentar.

Ele é suspeito de estra ligado a suposto desvio de verbas do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a eventual favorecimento da ONG Meu Guri.

A denúncia partiu de operação feita pela Polícia Federal há quase um mês.

A defesa escrita do deputado argumenta, segundo o JB, que o caso é baseado em "recortes de jornal, sem nenhuma prova concreta".

A história em quadrinhos foi incluída nos anexos do relatório.

                                                            ***

Nota: agradeço ao leitor Emerson Magalhães por me avisar sobre a matéria.

Escrito por PAULO RAMOS às 17h16
[comente] [ link ]

27.06.08

Propagandas que deveriam veicular

Recebi por e-mail sob o título "propagandas que deveriam veicular".

Havia uma série de montagens.

Esta chamou a atenção por estar relacionada a quadrinhos.

O resultado ficou bem divertido.

 

 

Escrito por PAULO RAMOS às 23h26
[comente] [ link ]

24.06.08

Uma tira que merece registro

 

Divertida essa idéia de Adão Iturrusgarai.

A tira cômica foi publicada na edição desta terça-feira da "Folha de S.Paulo".

Na semana passada, a "profissão estranha" era a de narrador de suruba.

Escrito por PAULO RAMOS às 14h03
[comente] [ link ]

17.06.08

Um outro olhar sobre o SP Fashion Week

 

 

Os desfiles do SP Fashion Week tiveram início nesta terça-feira, em São Paulo.

O evento -um dos principais do calendário da moda- vai até a próxima segunda.

Crédito: a charge é de Gilmar, reproduzida com autorização do autor (link).

Escrito por PAULO RAMOS às 17h42
[comente] [ link ]

13.06.08

Dois jornais cancelam publicação de tiras de Laerte

 

Os jornais "Zero Hora", do Rio Grande do Sul, e "A Tribuna", do Espírito Santo, suspenderam a publicação de tiras de Laerte.

A informação foi dada pelo próprio desenhista no programa "Áudio Papo", da Rádio USP, de São Paulo. A entrevista, previamente gravada, vai ao ar nesta sexta-feira à noite.

"É possível que outros jornais cancelem também. Mas eu não penso em redefinir minha direção não", disse ele ao jornalista Fabio Rubira, apresentador do programa.

A nova direção a que Laerte se refere é a forma como tem produzido as tiras de Piratas do Tietê nos últimos anos.

Elas deixaram de ter uma piada no fim, como ocorre normalmente nas tiras cômicas.

No lugar do humor, o desenhista tem produzido reflexões, algumas surreais, como se fossem pequenas crônicas na forma de quadrinhos.

E sem personagens fixos. "Eu dei um tempo com eles. Um tempo definitivo."

 

 

Esse modo de produzir as histórias já constitui o embrião de um novo gênero de tira, que tem sido rotulado provisoriamente de "tiras filosóficas".

"Já não tô mais chamando de fase, porque eu não vejo o fim dela. Eu estou achando que é um novo ciclo que eu comecei", disse na entrevista.

A guinada criativa de Laerte se deu após a morte de um de seus filhos num acidente de carro em 2006. Isso funcionou como uma espécie de "divisor de águas" no trabalho dele.

Em outra entrevista, concedida em agosto do ano passado, ele disse que não via mais graça no tipo de humor que fazia (leia mais aqui).

 

 

A "Folha de S.Paulo" continua com a publicação das tiras de Laerte nos cadernos de cultura e informática. Segundo o desenhista, o jornal tem dado liberdade ao trabalho dele.

As tiras que ilustram esta postagem são as três mais recentes, todas publicadas na Folha. A mostrada acima é a da edição desta sexta-feira.

Nota: o "Áudio Papo" vai ao ar às 20h30 pela USP FM, de São Paulo (93,7 FM), e USP FM, de Ribeirão Preto (107,9 FM). Depois, o programa fica disponível no site da rádio (link). 

Escrito por PAULO RAMOS às 10h10
[comente] [ link ]

12.06.08

Turma da Mônica ficará adolescente na versão em mangá

 

 

O empresário e desenhista Mauricio de Sousa decidiu revelar o mistério que envolvia a versão em mangá da Turma da Mônica. 

As histórias desenhadas no estilo japonês vão mostrar Mônica, Cebolinha e os demais personagens na fase adolescente (como mostra a imagem acima).

A informação foi noticiada nesta quinta-feira no jornal "O Estado de S. Paulo", num caderno especial sobre o centenário da imigração japonesa no Brasil.

Segundo a reportagem, assinada por Márcia Placa, as características dos personagens serão mantidas.

O lançamento da revista está previsto para agosto.

Será mensal, de acordo com a matéria.

"Vamos falar de temas diversos, como drogas bebidas e sexo", disse Sousa à reportagem.

"O autor deve ser tratar o leitor como filho e, por isso, tem a responsabilidade de educar."

A proposta do projeto é atingir uma nova faixa etária.

A versão mangá será lançada paralelamente às demais revistas mensais da Turma da Mônica, feitas no estilo tradicional e voltadas ao público infantil.

"Uma linha não invalida a outra", diz.

A Turma da Mônica em mangá se soma a uma série de projetos especiais dos estúdios Mauricio de Sousa que surgiram após a entrada dos personagens dele na editora Panini.

Antes, as criações de Sousa eram publicadas pela Globo (leia aqui e aqui).

A nova editora já lançou uma minissérie em formato maior com a personagem Tina e reedita histórias clássicas da Turma da Mônica, tanto na forma de revista como de álbum de tiras.

Crédito: as imagens desta postagem são reproduções do material veiculado na edição de hoje do jornal "O Estado de S. Paulo".

Escrito por PAULO RAMOS às 18h01
[comente] [ link ]

Uma tira para o Dia dos Namorados não passar em branco

Recebi esta tira por e-mail há algum tempo. Não consegui apurar quem é o autor. 

Mas é daquelas que merecem registro.

Escrito por PAULO RAMOS às 17h16
[comente] [ link ]

09.06.08

História em quadrinhos registra terremoto chinês

 

 

O crédito desta descoberta é de Telio Navega, do blog Gibizada.

Uma história em quadrinhos mostra cenas dos momentos seguintes ao terremoto que ocorreu na China no mês passado.

São dez páginas. Cada uma relata momentos diferentes vividos pelas vítimas.

 

 

A narrativa foi feita por Coco Wang e está disponível na internet (com texto em inglês).

A história está hospedada na página virtual de Paul Gravett, mais conhecido dos brasileiros por ser o autor de "Mangá - Como o Japão Reinventou os Quadrinhos", lançado em 2006.

Para ler a história em quadrinhos, clique aqui.

Escrito por PAULO RAMOS às 22h32
[comente] [ link ]

06.06.08

Fantasiado de Batman, homem faz bat-protesto em Joinville

Essa é uma daquelas que merece registro.

Um homem usou o uniforme do super-herói Batman para fazer um protesto na Câmara Municipal de Joinville, em Santa Catarina.

O bat-protesto foi ontem.

Os vereadores discutiam aumento salarial de 36% nos salários.

O Batman catarinense não teve o mesmo sucesso de sua contraparte quadrinística.

Os vereadores aprovaram o reajuste nos salários.

 

Crédito da bat-foto: Salmo Duarte, (agência RBS/AE), reproduzida do UOL Notícias.

Escrito por PAULO RAMOS às 08h33
[comente] [ link ]

04.06.08

Mais uma tira que merece registro

Já não é a primeira vez que este blog destaca a forma como o desenhista Rafael Sica brinca com a linguagem dos quadrinhos nas tiras que faz.

Há outro exemplo recente:

 

 

A novidade é o uso de uma cabeça como contorno dos quadrinhos da tira.

O humor surge da virada paulatina do rosto, de um lado para o outro.

O recurso de ter uma cabeça no molde do quadrinho não é novo em si.

Mas na tira cômica é.

A tira é um dos gêneros mais difíceis de apresentar inovações, por ter um formato limitado e obrigatoriamente curto. Por isso, é algo a ser registrado.

Crédito: a tira foi reproduzido do blog "Quadrinho Ordinário", mantido por Sica (link).

Escrito por PAULO RAMOS às 12h11
[comente] [ link ]

03.06.08

Não pode falar bobagem, diz Marta Suplicy a Mônica

Cena curiosa reportada pelo jornalista Eduardo Cucolo, da Folha Online, na cerimônia de posse da personagem Mônica como embaixadora do turismo brasileiro.

O evento foi realizado nesta terça-feira, em Brasília.

Segundo noticia o jornalista, a ministra do Turismo, Marta Suplicy, deu um "conselho" à personagem de Mauricio de Sousa, representada na figura de uma atriz:

"É muita responsabilidade, gente, você ser embaixadora, porque você leva o nome do nosso país para fora e você representa o Brasil em diferentes lugares", disse a ministra. 

"Não pode falar bobagem, Mônica. Não pode falar bobagem. Mas a gente sabe que a Mônica não fala bobagem. A Mônica fala coisas de ensinamento."

Marta acrescentou que a personagem é a nossa "Minnie Mouse, nosso Mickey Mouse", dada a popularidade que tem.

As palavras foram ditas a uma platéia de cerca de 80 crianças.

A proposta do governo federal é utilizar Mônica e outros personagens infantis de Mauricio de Sousa em campanhas oficiais da área de turismo, tanto dentro quanto fora do país.

Em tempo: a cerimônia com Mônica, em Brasília, pode ser uma das últimas de Marta Suplicy no cargo. Ela deve deixar o ministério para disputar a prefeitura paulistana pelo PT.

Escrito por PAULO RAMOS às 20h48
[comente] [ link ]

02.06.08

Uma tira que merece registro

Boa a tira de hoje de Caco Galhardo, publicada na "Folha de S.Paulo":

Fonte: edição on-line da "Folha de S.Paulo"

Escrito por PAULO RAMOS às 08h57
[comente] [ link ]

[ ver mensagens anteriores ]