23.11.08

Quem te viu, quem te vê, Mônica!

 

 

 

 

 

 

 

 

Versão sensual da adolescente da personagem de Mauricio de Sousa é capa da revista "Sax"

 

 

 

 

 

 

 

É creditada ao ex-presidente Jânio Quadros (1917-1992) a frase "falem bem ou mal, mas falem de mim". Não importa qual seja o comentário, o relevante é estar em pauta na mídia.

Há muito desse pensamento janista na versão adolescente dos personagens da Turma da Mônica. A versão crescida das criações de Mauricio de Sousa continua repercutindo.

A bola da vez é a revista "Sax", à venda nas bancas.

O novo número da publicação estampa na capa uma sensual e charmosa Mônica, um visual bem diferente da menina gorducha e dentuça conhecida pelo grande público.

                                                               ***

O desenho foi feito especialmente para este sexto número da revista, que comemora os dois anos da publicação, voltada a moda e artes em geral.

A "Sax" dedica oito páginas ao assunto. Três delas trazem uma detalhada entrevista com Mauricio de Sousa.

Ele comenta, como era de se esperar, os motivos que levaram à criação adolescente da Turma da Mônica.

A razão já era conhecida: atingir o leitor acima dos 14 anos, que abandonava a versão tradicional de Mônica, Cebolinha, Cascão e companhia.

                                                              ***

A entrevista com o desenhista e empresário traz também pelo menos duas novidades.

A nova cara dos personagens deve virar desenho no Cartoon Network.

O canal a cabo, especializado em animações, deve distribuir o produto ao mundo todo.

E Mauricio de Sousa faz planos de criar um museu com suas criações.

                                                             ***

A entrevista também confirma o tom janista da nova cara dos personagens, estimulado e capitalizado pelos Estúdios Mauricio de Sousa.

Segundo Mauricio de Sousa, os jovens atacam a versão em mangá da "Turma da Mônica Jovem", título da revista em quadrinhos, mas não deixam de comprar a publicação.

"Eles compram e reclamam, reclamam e compram", diz ele aos jornalistas Edgard Reymann e  Camilla Schahin.

O próximo capítulo do "falem bem ou mal, mas falem" é um possível beijo de Mônica e Cebolinha, capa do quarto número da revista, ainda não lançado.

                                                             ***

O flerte entre Mônica e Cebolinha existe desde o primeiro número, lançado em agosto.

A revista mostra o dia-a-dia dos personagens na adolescência. E as mudanças que tiveram.

Cebolinha passou por uma fonoaudióloga e só troca o "r" pelo "l" quando fica nervoso.

Cascão toma banho e Magali continua comendo, mas faz uma dieta balanceada.    

                                                             ***                                                 

A "Turma da Mônica Jovem" é produzida nos moldes do mangá, nome dado ao quadrinho japonês.

O estilo também faz parte da estratégia de atingir o leitor adolescente, hoje potencial consumidor de mangás e de animações no formato oriental.

Tal qual os mangás, os três primeiros números trazem uma história de aventura, que continua na edição seguinte.

Leia mais sobre os dois números iniciais da série aqui e aqui.

                                                             ***

Para esclarecer, antecipo uma dúvida recorrente quando noticio este assunto: a versão infantil dos personagens continua sendo produzida e publicada normalmente nas bancas.

Escrito por PAULO RAMOS às 16h57
[comente] [ link ]

18.11.08

Aline, de Adão Iturrusgarai, terá especial de fim de ano na Globo

 

 

A personagem Aline, das tiras cômicas de Adão Iturrusgarai, vai ganhar um especial de fim de ano na TV Globo.

Quem crava a informação é a colunista Patrícia Kogut no site do jornal "O Globo".

Segundo a nota, o programa irá ao ar no dia 30 de dezembro.

A direção será de Mauricio Farias, do seriado "A Grande Família", também da Globo.

                                                              ***

Ainda de acordo com a nota, o especial está em fase de seleção do elenco.

A atriz Maria Flor teria conquistado o papel central.

Os especiais de fim de ano da Globo normalmente funcionam como teste para seriados.

Se agradam, podem ganhar lugar fixo na grade de programação do ano seguinte.

                                                              ***

A tira, publicada no jornal "Folha de S.Paulo", mostra a convivência de Aline -uma jovem viciada em sexo- com Pedro e Otto, com quem divide um apartamento.

Ela e eles formam um triângulo amoroso, pauta de muitas das piadas da tira.

                                                              ***

Crédito: a tira que ilustra esta postagem foi reproduzida do site de Adão Iturrusgarai (link).

Escrito por PAULO RAMOS às 23h43
[comente] [ link ]

05.11.08

Tira antecipa vitória de Barack Obama e causa polêmica nos EUA

 

 

A tira acima, da série Doonesbury, era para ser publicada nos jornais norte-americanos nesta quarta-feira.

A história registra, logo no primeiro quadrinho, a vitória de Barack Obama à presidência dos Estados Unidos, o que de fato ocorreu.

"E é oficial - Barack Obama venceu, tornando-se o primeiro presidente afro-americano da história", dizem os dois primeiros balões da tira, reproduzindo um possível noticiário de TV.

O detalhe polêmico é que a tira foi produzida antes de o resultado final ser conhecido. No Brasil, a apuração só foi encerrada e divulgada durante a madrugada.

                                                              ***

Pelo menos uma dúzia de jornais norte-americanos -entre eles o "Los Angeles Times" e o "Chicago Tribune"- não publicou a história na edição desta quarta.

O motivo foi o presságio sobre a vitória de Obama.

Doonesbury, de Garry Trudeau, é uma das tiras mais populares dos Estados Unidos.

O diferencial dela é que faz, no formato da tira, uma resenha de temas ligados à política estadunidense, como a recente eleição presidencial.

                                                             ***

A tira de Doonesbury de hoje pode ser lida no blog de Trudeau, de onde foi reproduzida.

A página virtual mostra também as histórias anteriores e traz uma reportagem explicando a polêmica da não-publicação em alguns jornais norte-americanos. Para acessar, clique aqui.

Nota: o crédito da descoberta desta tira é do jornalista Sérgio Dávila, que noticiou o assunto hoje em seu blog (pode ser acessado neste link).

Escrito por PAULO RAMOS às 16h00
[comente] [ link ]

04.11.08

Guia dos Quadrinhos cria acervo de pesquisas sobre quadrinhos

Registro rápido.

O site "Guia dos Quadrinhos" criou uma área para hospedar pesquisas sobre histórias em quadrinhos. O acesso aos estudos é gratuito.

Até então, a página se dedicava apenas ao cadastro de revistas e álbuns.

Até a tarde desta terça-feira (acessei às 14h59), havia seis estudos disponíveis: dois mestrados, três trabalhos de conclusão de curso de graduação e um artigo.

A Universidade de São Paulo também tem disponibilizado na internet -também de graça- os mestrados e doutorados defendidos na instituição nos últimos anos.

Alguns deles -pouquíssimos ainda- tiveram os quadrinhos como tema.

Para acessar a página do Banca de Teses, da USP, clique aqui.

E neste link para visitar a área de pesquisas do "Guia dos Quadrinhos".

Escrito por PAULO RAMOS às 15h02
[comente] [ link ]

[ ver mensagens anteriores ]