17.03.10

Folha de S.Paulo vai reeditar tiras de Glauco por um ano

 

Geraldão, de Glauco. Crédito: reprodução da versão on-line da Folha de S.Paulo

 

Glauco vai continuar na página de tiras da "Folha de S.Paulo". O jornal decidiu relançar, pelo período de um ano, uma seleção de histórias criadas por ele.

A edição desta quarta-feira, mostrada acima, traz a estreia de Geraldão, que começou a ser publicado no jornal em 4 de outubro de 1983.

Desde então, o desenhista criou uma série de personagens, que tinham em comum as neuroses urbanas.

A Folha tem procurado manter vivo o trabalho do quadrinista, assassinado na sexta-feira passada. O jornal publicou ontem um "Gibi do Glauco", coletânea de desenhos dele.

Escrito por PAULO RAMOS às 22h26
[comente] [ link ]

16.03.10

Folha publica coletânea de quadrinhos de Glauco

As homenagens a Glauco continuam. A "Folha de S.Paulo" circula na edição desta terça-feira um suplemento com charges, tiras e cartuns feitos pelo desenhista durante os 33 anos em que trabalhou para o jornal.

"Gibi do Glauco", nome do caderno especial de 32 páginas, faz um mosaico da produção do quadrinista, assassinado na sexta-feira passada.

Há desde o primeiro cartum, publicado em 26 de março de 1977, a trabalhos realizados nos últimos anos.

Além dos desenhos iniciais, o suplemento traz charges dele, separadas de acordo com o mandato presidencial da época: José Sarney (1985-1990), Fernando Collor de Mello (1990-1992), Itamar Franco (1992-1994), Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010).

                                                           ***

A metade final do caderno especial é dedicada às tiras e aos vários personagens criados por Glauco. Cada criação é acompanhada de um resumo.

Geraldão, seu neurótico mais famoso e, por isso, mostrado na capa, abre a coletânea. 

A ele seguem Geraldinho, Casal Neuras, Dona Marta, Nojinsk, Ozetês, Doy Jorge, Zé do Apocalipse, Edmar Bregman, Módulo Lunático, Vicente Tarente, Zé Malária, Faquinha, Cacique Jaraguá e a autobiográfica BR-3, a Banda, da qual o desenhista fez parte. 

"Gibi do Glauco" traz também uma das histórias de "Los Tres Amigos", série que Glauco criou em parceria com os amigos Angeli e Laerte. Adão Iturrusgarai se tornou, depois, o quarto integrante do trio - por mais contraditória que a soma seja.

                                                          ***

Na página de tiras da Folha, houve duas outras homenagens.

Uma de Angeli, que se desenhou escrevendo a nanquim o nome de Glauco no braço.

A outra foi de Adão Iturrusgarai. O quadrinista fez uma alusão às histórias da série "Anos de Análise", criadas por ele:

 

Mundo Monstro, de Adão Iturrusgarai. Crédito: versão on-line da Folha de S.Paulo     

 

Escrito por PAULO RAMOS às 17h40
[comente] [ link ]

15.03.10

Uma tira (em tom de homenagem) que merece registro

 

Caco Galhardo. Reprodução da versão on-line da Folha de S.Paulo

 

Tira de Caco Galhardo, na edição desta segunda-feira da "Folha de S.Paulo".

Foi uma forma de manter o trabalho de Glauco vivo na página de tiras.

A última história criada por ele foi publicada na edição de ontem do jornal.

Escrito por PAULO RAMOS às 19h10
[comente] [ link ]

14.03.10

A última tira de Glauco na Folha

 

Dona Marta, de Glauco. Crédito: versão on-line da Folha de S.Paulo

 

Tira de "Dona Marta", de Glauco, publicada neste domingo na "Folha de S.Paulo".

Segundo o jornal, é a última tira produzida pelo desenhista, assassinado na sexta-feira.

Escrito por PAULO RAMOS às 10h57
[comente] [ link ]

10.03.10

Um jornal brasileiro - enfim - publica coleção de HQ

A notícia é do blog "Gibizada", mas merece repercussão aqui também. Um jornal brasileiro, enfim, vai publicar uma coleção de histórias em quadrinhos junto com a edição impressa.

A iniciativa é do "Extra", do Rio de Janeiro. O diário vai lançar obras da coleção Literatura Brasileira em Quadrinhos, da editora Escala, já vendidas em livrarias há alguns anos.

Serão dez volumes semanais, a R$ 5,90 cada um. A estreia ocorre na semana que vem, no dia 17. O primeiro título será "Triste Fim de Policarpo Quaresma".

Os demais são adaptações de "Memórias Póstumas de Brás Cubas", "Memórias de um Sargento de Milícias", "O Cortiço", "Nova Califórnia", "A Cartomante", "O Enfermeiro", "O Alienista", "O Homem que Sabia Javanês" e "A Cartomante", este para 19 de maio.

                                                          ***

Há iniciativas pontuais de publicação de obras em quadrinhos nos jornais brasileiros, como ocorreu com a série de tiras "Cabeça Oca", em Goiás. Mas, como dito, são casos pontuais.

Na Argentina, a venda de coleções em quadrinhos com os diários do país é uma estratégia comercial recorrente e existe desde 2003.

Neste ano, o diário "Clarín", um dos principais de lá, publica uma série de volumes com aventuras do Homem-Aranha.

A revista "Ñ", também ligada ao "Clarín", iniciou outra coleção, com histórias de Corto Maltese, aventureiro criado pelo italiano Milo Manara.

                                                          ***

Post postagem (11.03, às 17h38) - O criador de Corto Maltese é Hugo Pratt, e não Milo Manara, como inexplicavelmente registro nesta postagem. Fica a correção. Agradeço a todos os que tiveram a atenção de me avisar sobre a troca dos nomes (preciso de férias...).

Escrito por PAULO RAMOS às 23h56
[comente] [ link ]

08.03.10

Lembranças da Dundum

 

Mundo Monstro. Crédito: versão on-line da Folha de S.Paulo

 

A tira autobiográfica de Adão Iturrusgarai foi publicada na edição desta segunda-feira da "Folha de S.Paulo" e lembra uma das polêmicas envolvendo os quadrinhos no país.

A "Dundum" a que ele se refere foi produzida há cerca de 20 anos em Porto Alegre e contava com trabalhos de Adão e de outros autores, como Gilmar Rodrigues e Eloar Guazzelli.

Os quadrinistas tiveram apoio municipal para produzir a revista. Foram acusados pela oposição de mau uso do dinheiro público. 

O grupo teve de discutir o caso na justiça. Os autores foram inocentados.

Escrito por PAULO RAMOS às 14h46
[comente] [ link ]

02.03.10

Duas tiras - de Laerte - que merecem registro

 

Piratas do Tietê. Crédito: edição on-line da Folha de S.Paulo

 

Piratas do Tietê. Crédito: edição on-line da Folha de S.Paulo

 

Da série "Piratas do Tietê", de Laerte, nas edições de ontem e de hoje da "Folha de S.Paulo".

Escrito por PAULO RAMOS às 11h29
[comente] [ link ]

[ ver mensagens anteriores ]