Detalhe da capa do álbum Anita Garibaldi - O Nascimento de uma Heroína. Crédito: divulgação

 

Passaram-se três anos entre a divulgação do projeto da biografia em quadrinhos de Anita Garibaldi (1821-1849) e o lançamento da obra, marcado para este sábado, em São Paulo.

"Anita Garibaldi - O Nascimento de uma Heroína" (edição do autor, 68 págs., R$ 20) cumpre a meta a que se propõe: narrar os primeiros acontecimentos que a tornaram uma das mulheres mais marcantes de nossa história.

Ana Maria de Jesus Ribeiro, nome completo dela, ficou conhecida por ser a companheira de lutas do italiano Giuseppe Garibaldi (1807-1882), seu segundo marido e ativo revolucionário, tanto cá quanto em seu país de origem.

Os dois se conheceram em Laguna, cidade catarinense, palco do conflito farroupilha do qual ambos participaram no século 19. A história do álbum termina nesse ponto.

                                                            ***

Há mais a contar, além da infância e do encontro de Anita com Giuseppe, como a farta bibliografia sobre ambos comprova.

O autor, o desenhista paulistano José Custódio Rosa Filho, tem ciência disso. Ele diz que pretende dar sequência à biografia num outro álbum. Por ora, registra os fatos seguintes num texto, no final da obra.

A história de Custódio se cruza com a de Anita em Laguna, cidade onde nasceram os antepassados dele e onde passou férias durante a infância.

A estada lá trazia os primeiros relatos sobre ela. Desde então, diz, tinha planos de narrar a história da personagem histórica.

                                                          ***

O projeto só vingou em 2008, quando o álbum foi um dos dez projetos aprovados no edital de incentivo à produção de quadrinhos, mantido pelo governo do Estado de São Paulo.

A biografia de Anita é o último trabalho desse edital a ser publicado. O governo paulista renovou o incentivo nos dois anos seguintes, bancando o mesmo número de obras.

Os 20 novos projetos devem ser lançados entre este ano e o próximo. A maior parte é composta por narrativas mais longas, como esta biografia.

Como a maior parte dos demais trabalhos do edital inaugural, a história sobre Anita Garibaldi apresenta uma trama eficiente e com um diferencial em relação aos demais, a farta pesquisa histórica.

                                                         ***

A bibliografia pesquisada é apresentada no final do álbum. Não apenas livros, mas fontes de várias ordens, de pinturas a relatos orais. Como, aliás, deveria ser regra em obras assim. O efeito disso é visto em cada um dos quadrinhos, em maior ou menor grau.

No final, Custódio reforça algumas curiosidades sobre isso num making-of da composição da obra. O autor também se faz presente, de forma mais explícita, nas várias notas de rodapé, que ajudam a explicitar fontes ou a explicar determinadas informações.

O resultado final se parece um pouco com álbuns biográficos de Santos-Dummont e Debret publicados por Spacca pela Companhia das Letras, obras que também se pautaram pela farta pesquisa.

O estudo prévio ajuda a dar a seriedade que uma obra assim exige e aumenta a credibilidade dela junto ao leitor.

                                                           ***

Serviço - Lançamento de "Anita Garibaldi - O Nascimento de uma Heroína". Quando: hoje (31.07). Horário: a partir das 19h30. Onde: Pizzaria Prestíssimo. Endereço: al. Joaquim Eugênio de Lima, 1.135. Quanto: R$ 20 (preço de lançamento).